Como validar sua ideia com 4 perguntas.

5 de Julho de 2022 Por Redator do blog Não
Publicidade

Para começar um projeto, para começar a qualquer coisa, você precisa ter uma ideia…Ah! mas eu sempre escutei que ideias não valem nada, o que vale é a execução; Porém entre várias ideias, como identificar, como selecionar aquela que você você vai começar a primeiro? tentar primeiro? Em segundo lugar? Como identificar entre inúmeras ideias aquelas que têm maior probabilidade de alguma coisa boa acontecer?

1 – Ideias boas são estranhas.

Primeira etapa, as boas ideias tendem a ser estranhas no início no início, não são bem vistas de imediato, por exemplo, o mecanismo de busca do google, não foi o primeiro, nem o segundo, muito menos o terceiro, quarto, foi o décimo terceiro; porém diferentemente dos outros doze anteriores, que usavam sites com notícias para atrair mais usuários para sua plataforma, o Google nasceu com uma página em branco, com campo de busca e um botão, não demonstrou ser diferente? Pois então, a diferença foi justamente não ter as características comuns de todos os outros, com o passar do tempo as pessoas começaram a valorizar essa característica.

Publicidade

Outros exemplos: alugar um imóvel sem fiador? com uma cultura de nosso país que para alugar um imóvel você precisa ter um fiador… E aí surge uma empresa chamada Quinto Andar, e justamente ela oferece locação de imóveis sem a necessidade do fiador, e se torna a maior imobiliária digital do Brasil. É considerado normal ir viajar e se hospedar na casa de uma pessoa, que você não conhece, usar o quarto dela, a cozinha dela? E aí surgiu a ideia do AirBnb, boas ideias, as grandes ideias, na sua concepção, no seu princípio, elas tendem a ser estranhas. 

2 – Pode destacar em pequenos mercados?

Boas ideias, elas têm capacidade, tem potencial de criar um monopólio em mercados muito pequenos, quando você começa um projeto, você não consegue monopolizar grandes mercados, porque você tá no início, o início da chamada as “grandes ideias” ao invés de se preocuparem com grandes mercados, elas buscam estabelecer monopólios em mercados específicos, ou seja, aqui eu faço a diferença, aqui eu realmente domino. Por exemplo, o Facebook, o Facebook começou assim, sendo rede social criada em Harvard para Harvard para o público universitário, depois ela foi estendido para outras universidades, ainda não segmento público universitário, e ela foi criando o monopólio de redes sociais para universidades, na medida em que dominou esse mercado eles entregaram para pessoas que não eram das universidades, a partir dele expandiu;

Tem um livro fantástico que fala sobre isso, sobre criação de um monopólio, que é o livro de zero a um escrito pelo fundador do PayPal e hoje um dos grandes investidores em startups do mundo.

3 – É um mercado crescente?

Muita gente se preocupa com o tamanho do mercado, no qual a minha ideia está inserido, tamanho do mercado do fundo que vai ser potencial consumidor do meu projeto, tão importante quanto o tamanho do mercado, é você identificar o quanto ele cresce, se você consegue produto para o mercado grande, enorme, mas estagnado, que não cresce, que não tem novos consumidores, são situações mais difíceis de operar, porque você vai ter que se diferenciar do preço, vai ter que colocar muitos atributos na sua solução para ser distinta das demais, ou seja, melhor do que você operar no mercado gigantesco, é você operar no mercado pequeno que cresce, porque mercado pequeno que cresce, tem cliente novo toda hora, tem gente querendo demandar o teu produto toda hora, e cada etapa vai conquistando mercado.

4 – O tempo é agora?

Outro fator primordial é o “time”, o mais difícil é identificar o tempo correto de colocação de um novo produto no mercado, busque se perguntar, por que dois anos atrás era muito cedo? porque dois anos para frente é muito tarde? Porque o time correto é agora?

Publicidade

Se você está diante de várias ideias e quer identificar uma para começar a executar, tem mercado? Esta ideia tem potencial de virar um bom produto ou serviço? Faça essas quatro perguntas: 

A sua ideia parece estranha?

Ela pode monopolizar um pequeno mercado? sim ou não?

Ela está inserida no mercado crescente? 

O time correto é agora? sim ou não? 

Se você responder SIM para essas quatro perguntas, a sua ideia tem um bom potencial de mercado e com o tempo virá ser um bom produto, um bom serviço, uma boa solução.