Os carros do futuro não voam, mas tem cama.

5 de Julho de 2022 Por Redator do blog Não
Publicidade

Imagina um carro onde a mobilidade urbana, rotinas do dia a dia, seja possivelmente confortante. Esse dia chegou.

A gente fala muito sobre o quanto que o futuro da mobilidade é elétrico, autônomo, enfim, é super tecnológico; mas não é só isso, acho que principalmente com a gente faz tendência de futuro, o carro ele está muito atrelado também ao bem-estar, estilo de vida e conforto; e as montadoras já estão de olho nisso, e trazem uma série de inovações, e falaremos tudo sobre isso para você nesse tema.

Os carros agora têm toda uma pegada de conveniência, e trazendo um exemplo mais concreto até para que você entenda melhor sobre isso,  a AUDI, a empresa anunciou um carro-conceito para as megacidades na China, e o que que esse carro tem de diferente afinal? porque que ele é pensado para as megacidades? o que geralmente as megacidades têm? Muito trânsito!

Publicidade

E está todo mundo cansado de passar por trânsito, depois passar no mercado do que é muito populoso, tem muita gente, tem muitos carros, e muito trânsito, para tornar o carro local, em que é possível trabalhar, estudar, descansar, o carro tem seis lugares mas esses seis lugares viram camas, viram espaço de trabalho, você pode controlar a luz ambiente, pode colocar telas para assistir alguma coisa, para virar um monitor, por exemplo, então é uma transformação da forma de uso do carro, e isso é possível porque no futuro a expectativa é que a mobilidade seja autônoma

Então o motorista deixa de ter aquele papel de dirigir, e aí ter que ficar atento cem porcento ao que tá fazendo, pra que ele possa escolher o que fazer, em realizar outras atividades.

Seja algum trabalho, ou seja acompanhar o filho ali na escola, hoje tem as câmeras e você acompanha à distância o desempenho deles, e a empresa defende e tem até um comunicado oficial do executivo da da Audi asiática, que não é mais sobre sair de um ponto A para um ponto B, não, tem muito mais por trás que é toda essa questão da experiência, da questão imersiva de descansar, de relaxar, ou de trabalhar, fazer outras funções dentro do veículo, então acho que é uma baita sacada, e muito provável que isso veio para ficar, porque enquanto o problema no trânsito não for resolvido, vem à frente das empresas de mobilidade trazendo um plano B para essa para essas pessoas, para quem depende do veículo.

 Quando a gente falava de mobilidade do futuro pensamos nos Jetsons, pensava nos carros voadores e tudo mais, enfim, ainda não é isso não, mas os carros autônomos elétricos são algo mais palpáveis, então vale do silício a gente já vê carros autônomos andando, e a expectativa é que a pessoa ali no banco de trás tenha mais espaço para fazer qualquer coisa que ela queira, enfim,  vamos aguardar esse futuro e a gente te conta tudo sobre ele.

Publicidade