Novo câmbio, é hora de conhecer a Argentina.

28 de Julho de 2022 Por Redator do blog Não
Publicidade
Mudanças importante do governo argentino poderá explodir o número de turistas brasileiros. Não conhece a Argentina?

Com mudanças e novas medidas, para inibir o câmbio paralelo  do governo Argentino, os turistas têm flexibilidade de moedas como o dólar do viajante, que agora, pode trocar pelos chamados “dólares blue” – esse “dólar” é uma espécie de câmbio, cotação, que mais se compara se aproxima do mercado então paralelo, e que equipara ao valor oficial, em resumo, o mercado paralelo de câmbio na Argentina, era até então muito vantajoso para os turistas daquele país, visto a baixa cotação na moeda de conversão, que consequentemente, sobrava mais dinheiro nacional para os turistas.

Publicidade
  • Cotação mais vantajosa
  • Mais dinheiro para gastar
  • Facilidade na troca

No início deste mês de julho, o dólar em sua cotação paralela na Argentina, precificou que 1 dólar, estava equivalente a 336 pesos, já na cotação do câmbio oficial, 130 pesos (quase 200% de diferença na cotação). Com essa nova medida, a tentativa é deixar equivalente a cotação, portanto, o “dólar blue” tem limitação para os turistas de US$5.000 dólares.

O principal jornal argentino, o Clarín, divulgou que a taxa de câmbio será a mesma do mercado financeiro (MEP), uma espécie de bolsa de valores do dólar. Os que estão visitando este país, poderão realizar a troca nas casas de câmbios autorizadas pelo Banco Central, basta apresentar passaporte e ou documento de entrada legal no país. 

Western Union

Já pela remessa Western Union, apresentou vantagens, também após as mudanças, recentemente, a empresa liberou o pagamento do câmbio argentino via Pix, definitivamente isso tem conquistado os brasileiros que estão passeando na Argentina. A conversão do câmbio pela multinacional, tem se mostrado bastante vantajosa: cada real equivale 56 pesos.

A Western Union é uma empresa global que presta serviços financeiros, criada em 1951 em Nova York, conhecida principalmente em países que têm muitos imigrantes, pois recebem e ou enviam remessa financeira para o exterior.

No Brasil, a Western Union, ainda tem uma presença discreta, pois é considerado um país com baixo número de imigrantes, muito diferente dos EUA e México.

Publicidade

Ricardo Amaral, presidente do Western Union no Brasil, nos disse que a presença da multinacional na Argentina é muito forte. 

Possui pelo menos 5 mil estabelecimentos de atendimento espalhados em toda Argentina, seja por câmbio local, remessa de dinheiro, bem como pagamento de contas.

Aumento do turismo

Com esta nova estratégia do governo argentino, terá uma forte tendência de frear a saída de dólares do país, consequentemente, contém a desvalorização do peso. 

  • Melhor câmbio + turistas
  • Incentivo ao turismo
  • Abertura das fronteiras

O turismo na Argentina, tem sido o contraponto da balança da economia do país, que vem passando por uma longa crise financeira, apresentando um crescimento significativo, segundo as agências de turismo, os visitantes gastaram cerca de US$1,4 bilhão de dólares no país.

Nesta fatia, boa parte são os brasileiros, que, com a reabertura das fronteiras pós pandemia em 2021, vêm escolhendo com frequência viajar para a Argentina. Com a nova medida que possibilita a compra de dólar em câmbio paralelo, que coloca mais dinheiro local no bolso do turista, esta sendo previsto um alta na visita turística no país de nossos hermanos.

Conhece a Argentina? Tem vontade de ir?